Olá gente, como vocês estão? Quem tem cabelo poroso, seja naturalmente ou causado por agressões externas, com certeza já teve a impressão de que todo tratamento capilar para recuperar a saúde dos fios não teve resultado. Isso na maioria das vezes se dá por um desequilíbrio no pH do cabelo, e é quando a acidificação capilar se torna necessária, que é o tema do post de hoje. Ainda não sabe do que se trata? Continue lendo!


Por que fazer acidificação capilar?

O pH do nosso cabelo varia de 4,5 a 5,5, considerado ácido. Quando fazemos procedimentos químicos, como alisamento e descoloração, o pH tende a aumentar, ficando mais básico (alcalino). Isso deixa as cutículas dos fios abertas demais, fazendo com que toda a hidratação e nutrientes se percam. Como o nome já diz, a acidificação capilar serve justamente para abaixar novamente o pH do cabelo, selando as cutículas.

Como saber se o meu cabelo precisa?

Geralmente os que mais precisam de acidificação são cabelos que passam frequentemente por procedimentos químicos, mas também há cabelos naturalmente porosos e com cutículas abertas. A melhor forma de saber se é o que seu cabelo precisa, é prestando atenção se ele absorve os tratamentos que você faz. Se você faz uma hidratação, finalização ou outros tratamentos do tipo e é a mesma coisa que não fazer nada, provavelmente a acidificação é necessária. Caso não tenha certeza, vale fazer um teste de mecha no dia anterior e ver o resultado.

E como fazer?

Há produtos específicos para essa função, mas também é possível obter resultados muito bons com receitinhas caseiras, e eu separei uma delas para vocês. Ela é feita com vinagre de maçã, uma máscara capilar de sua preferência e opcionalmente algum óleo vegetal. Para fazê-la é só misturar quantidades equivalentes de máscara e vinagre de maçã, acrescentando algumas gotinhas de óleo vegetal (opcional). Você pode aplicar a misturinha nos cabelos de duas formas:

  • Lavar os cabelos normalmente com shampoo, aplicar a mistura e depois de enxaguar fazer uma hidratação como de costume;
  • Aplicar a mistura depois da hidratação.
A dica é testar e ver qual funciona melhor no seu cabelo. Não existe uma frequência exata para fazer a acidificação, é importante ficar atenta aos sinais que seu cabelo dá quando está precisando.

Espero que tenham gostado do post de hoje! Vocês já fizeram ou costumam fazer acidificação capilar? Beijos e uma ótima semana <3
Imagem: Pixabay